Buscar
  • Policiais Antifascismo RN

Saiu no UOL: MP do RN também criou dossiê com dados de policiais antifascismo

Após denunciar dossiê nacional, jornalista Rubens Valente descobriu dossiê com nomes de potiguares, incluindo o de Pedro Chê


A coluna de Rubens Valente, do Portal UOL, trouxe mais uma denúncia envolvendo perseguições ideológicas.


Segundo apurou, o MP-RN (Ministério Público do Rio Grande do Norte) produziu um relatório com nomes, dados pessoais, fotografias e publicações em redes sociais de um grupo de 23 servidores da área de segurança pública do movimento "Policiais Antifascismo" do estado.


O UOL teve acesso ao levantamento, datado de 29 de abril, contendo informações sobre 20 policiais militares, dois policiais civis e um bombeiro.


No último dia 24, a coluna do UOL revelou que, em junho, o Ministério da Justiça, por meio da Seopi (Secretaria de Operações Integradas), também realizou um levantamento com nomes de 579 agentes de segurança do "movimento policiais antifascismo" e quatro acadêmicos citados como "formadores de opinião".


No Rio Grande do Norte, um "relatório técnico de análise" foi elaborado pelo Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado) do MP estadual, que acolheu pedido do promotor de Justiça Wendell Beetoven Ribeiro Agra, de Natal. Entre as atribuições do promotor está o controle externo da atividade policial.


O dossiê potiguar foi motivado após Brigada Covid-19 denunciar carreatas que pediam fim do isolamento social. Entenda o caso!


"Nós tememos sabotagem por parte do Governo Federal, de alguma prova forjada. Estamos prevendo que o Gabinete do Ódio está armando algo para tentar desmoralizar o Movimento Policiais Antifascismo", antecipou o bombeiro militar Dalchem Viana, membro do movimento e cujo nome consta no dossiê.


Pedro Chê é um dos nomes presentes no Dossiê do MP-RN


Imagem de Pedro Chê com Dilma Rousseff recebendo camisa do Movimento entrou em relatório do Gaeco


O Gaeco capturou uma imagem em rede social de fevereiro de 2020 na qual Pedro entrega à ex-presidente Dilma Rousseff uma camiseta do movimento e escreve que tem "orgulho desta mulher (com 'M' maiúsculo e tudo mais que tiver direito)". Para o Gaeco, Pedro "a promoveu, em espaço da administração pública".


O policial civil disse ao UOL que a foto tirada com Dilma ocorreu "dentro uma visita política normal. Nós soubemos que ela viria e pedimos para tirar uma foto com ela. A reunião foi pública, nada foi escondido". Na foto, Dilma está ao lado da governadora do RN, Fátima Bezerra.


O relatório também traz várias fotos de Pedro, inclusive uma com a marca d'água "Detran-RN", dados pessoais e endereço residencial.


Leia a notícia completa no Portal UOL.



#PoliciaisAntifascismo #MJ #MPRN #Denúncia #Perseguição #Fascismo #Antifascismo

193 visualizações
QUER RECEBER NOSSO
BOLETIM INFORMATIVO?
  • Siga-nos no Facebook
  • Siga-nos no Instagram
  • Siga-nos no Youtube
  • Siga-nos no Twitter

© 2020. Movimento Policiais Antifascismo RN. Todos os Direitos Reservados. Permitida a divulgação dos conteúdos, desde que mencionada a fonte e fazendo uso ético das informações.

  • Siga-nos no Facebook
  • Siga-nos no Instagram
  • Siga-nos no Youtube
  • Siga-nos no Twitter